Nenhum Comentário

Como fazer agendamento de seguro desemprego para BH

Confira as orientações e saiba como fazer agendamento seguro desemprego BH

Ao perder o emprego, uma das principais preocupações dos trabalhadores é como manter as suas contas em dia.

Porém, os brasileiros que passam por essa situação têm em seu auxílio o seguro desemprego: ele é pago a pessoas de todas as regiões, podendo chegar a cinco parcelas, sendo em meses sequenciais ou não.

Se você está em Belo Horizonte, fique sabendo como fazer o agendamento do seu seguro desemprego, quanto você deve receber, quais documentos levar no dia da solicitação e outras informações relevantes.


Quem tem direito a receber seguro desemprego?

Há trabalhadores específicos que podem receber o seguro desemprego, sendo eles:

  • Quem é registrado e terá de se afastar por causa de um curso de qualificação, sendo necessário que o seu patrão o ofereça;
  • Quem trabalhava em situação parecida à escravidão;
  • Quem é trabalhador doméstico ou formal, significando ter registro em carteira;
  • Quem é pescador profissional, mas impedido temporariamente de pescar devido ao momento de defeso.

Além de estar em uma das condições acima, o trabalhador também precisa ficar atento ao seu tempo de registro em carteira, pois ele é considerado na hora de solicitar o benefício:

  • Para pedir o seguro desemprego pela primeira vez, o trabalhador tem de possuir doze meses de registro ou mais;
  • Para pedir o seguro desemprego pela segunda vez, o trabalhador tem de possuir nove meses de registro ou mais desde a última vez que recebeu o benefício;
  • Para pedir o seguro desemprego da terceira vez em diante, o trabalhador tem de possuir seis meses de registro ou mais desde a última vez que recebeu o benefício.
Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como dar entrada no seguro desemprego pela 1ª vez

Atualmente, é comum que as pessoas tenham dúvidas de como dar entrada no seguro desemprego pela primeira vez, uma vez que algumas regras importantes acabaram mudando ao longo do tempo e por isso é importante estar bastante atento.

Esse é o seu caso também? Então a boa notícia é que está no lugar certo. Este artigo vai mostrar exatamente como fazer a solicitação pela primeira vez.


Como funciona o seguro desemprego?

Caso ainda não saiba ao certo, o seguro desemprego foi criado no ano de 1986 com o intuito de amparar o trabalhador que for demitido, sem ser por justa causa, do seu trabalho.

Sendo assim, esse direito é considerado um auxílio financeiro capaz de ajudar a pessoa até que ela consiga arrumar um novo emprego.

É importante ressaltar que esse benefício é temporário e que o valor depende diretamente de algumas questões importantes.

O seguro desemprego é um direito assegurado pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e, portanto, apenas quem trabalha com carteira assinada pode recebê-lo.

Desde a Constituição Federal de 1988, o seguro desemprego passou a ser um direito à proteção social do trabalhador em situação de desemprego voluntário.

Mas, apesar de todas essas informações, como faz para dar entrada no seguro desemprego pela primeira vez?

Se essa é a sua dúvida, então continue a leitura do artigo para saber mais.

Como dar entrada no seguro desemprego pela 1ª vez


Quem tem direito a receber o seguro desemprego?

Para começar, é importante explicar ao certo quem possui realmente o direito de receber o seguro desemprego.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como funciona o seguro desemprego para demissão por justa causa

Confira as regras estabelecidas nos direitos trabalhistas e saiba se existe seguro desemprego para justa causa

Um trabalhador apenas pode ser mandado embora por justa causa quando o mesmo comete alguma das faltas, que são consideradas graves, previstas na lei.

O importante a entender aqui é que esse tipo de demissão acaba retirando do trabalhador alguns direitos importantes, como é o caso do seguro desemprego. É isso mesmo. Um trabalhador que foi demitido por justa causa não tem o direito de receber o seguro desemprego.

Infelizmente, a demissão por justa causa acaba retirando a possibilidade do trabalhador de receber grande parte das verbas rescisórias que ele teria direito logo depois que deixasse de trabalhar.

Para se ter uma ideia, quando acontece uma dispensa por justa causa, os únicos benefícios que a pessoa pode receber são as férias vencidas acrescidas de um terço de seu valor e o saldo de salário.

Realmente é pouca coisa, não é mesmo? Mas, o que leva um funcionário a ser demitido por justa causa? Veja alguns exemplos logo a seguir.


Motivos de demissão por justa causa

  • Incontinência de conduta – assédio sexual;
  • Desídia – atrasos constantes não justificados;
  • Ato de improbidade – furtar a empresa;
  • Indisciplina – não acatar as ordens do empregador;
  • Mau procedimento – comportamento inadequado perante as regras de conduta social.

É claro que existem ainda outras hipóteses que podem fazer com que um trabalhador seja demitido por justa causa e passe a não ter mais o direito de receber alguns benefícios, como é o caso do seguro desemprego, mas essas são as principais entre elas.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como dar entrada no seguro desemprego online

Neste artigo você pode consultar todos os procedimentos para dar entrada no seguro desemprego online

Os trabalhadores sempre estão sujeitos a perder o seu emprego e, se isso acontece, uma das maneiras de manter as contas em dia é usar o seguro desemprego.

Esse benefício é garantido aos profissionais que têm carteira assinada por um período mínimo de tempo e o seu valor é determinado de acordo com as últimas remunerações.

Normalmente, as pessoas costumam dar entrada no seguro desemprego pessoalmente, mas também se pode fazer isso online: basta acessar o Portal Emprega Brasil.

Saiba como dar entrada no seguro desemprego online, quais são os valores e muito mais.


Quem pode dar entrada no seguro desemprego online?

Esse benefício só é com cedido a alguns tipos de trabalhadores:

  • Aos empregados formais que precisaram se ausentar das funções devido à especialização profissional, sendo esta permitida pela empresa;
  • Ao empregado formal ou doméstico que foi mandado embora sem justa causa;
  • À pessoa que trabalhava em condição parecida à de escravidão e foi resgatada.
  • Ao pescador registrado que está no período de defeso.

Os dois primeiros tipos de trabalhador têm ainda de se encaixar nos períodos de tempo abaixo:

  • Se é o primeiro pedido de seguro desemprego online, os registros devem somar um ano ou mais;
  • Se é o segundo pedido de seguro desemprego online, os registros em carteira devem somar nove meses ou mais;
  • A partir do terceiro pedido de seguro desemprego online, os registros têm de somar seis meses ou mais.
Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Para que serve o CAGED?

Entenda o que é, como funciona e para que serve o CAGED

Ainda que o Ministério do Trabalho não exista mais, o governo federal continua acompanhando quantos empregos são criados em cada setor e, da mesma forma, a quantidade de vagas registradas que são fechadas.

É por meio dessas informações que a União consegue criar políticas para recolocação profissional.

Todavia, como será que os órgãos federais ficam sabendo quem entra e quem sai de alguma empresa? É simples: é o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) que dá essa informação a eles.

Aprenda neste texto qual é a finalidade do CAGED, porque ele é importante e como ele funciona.


Como as empresas enviam as informações ao CAGED?

Para começar, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados tem uma página própria e um formulário que todos os empregadores precisam preencher em casos de admissão e de demissão.

Para usar o formulário em questão, a empresa precisa:

  • Ir ao site oficial do CAGED;
  • Clicar em “Arquivos”;
  • Clicar em “Folhas” e, dentre as opções, escolher “CAGED”;
  • Haverá a opção de um formulário “dia” e de um formulário “mês” para que o empregador escolha. No caso de se tratar de registro de seguro desemprego, é indicado a opção “dia”. Já para a empresa que quer registrar admissões, a folha indicada é a “mês”;
  • A empresa terá de fornecer todas as especificações da contratação;
  • Selecionar “Gerar arquivo”.

Depois que o formulário mencionado já está pronto, é hora de a empresa mandá-lo para a União.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como fazer consulta no CNIS

Confira as orientações necessárias para fazer a consulta CNIS

O CNIS, também conhecido como Cadastro Nacional de Informações Sociais, é um banco de dados que contém os dados dos trabalhadores. Sendo assim, é um dos documentos previdenciários mais importantes. Mas, afinal, como é possível fazer uma consulta no CNIS? Quais são os passos necessários para que ela realmente dê certo?

Tem dúvidas sobre esse assunto? Então continue acompanhando este artigo até o final e confira todas as principais informações a respeito do CNIS. Boa leitura!


O que é o CNIS?

Como já mencionado antes, CNIS é a sigla utilizada para abreviar o termo Cadastro Nacional de Informações Sociais. Esse cadastro é bem parecido com um relatório no qual contém várias informações pessoais dos trabalhadores. Por isso é um documento muito importante.

No geral, o CNIS também é bastante chamado de extrato previdenciário. Portanto, caso ouça esse termo não estranhe. Criado em 1989, esse banco de dados do Governo Federal armazena todas as principais informações previdenciárias e trabalhistas dos trabalhadores do Brasil.

O CNIS possui dados de todos os vínculos empregatícios feitos desde o ano de 1976. Por sua vez, as remunerações mensais começaram a fazer parte desse banco de dados em 1990, enquanto que o recolhimento dos contribuintes individuais em 1979.

Sendo assim, é realmente muito importante saber como fazer consulta no CNIS. Entretanto, antes do passo a passo ainda é importante saber mais algumas informações.

Como fazer consulta no CNIS


Como funciona o CNIS como prova?

Pode ser que você não saiba, mas todos os dados do CNIS que tem relação com remunerações, contribuições e vínculos servem como uma prova de filiação à previdência social.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como receber seguro desemprego pela Caixa

Confira todas as regras para receber seguro desemprego Caixa

O seguro desemprego é recebido por trabalhadores que não estão trabalhando, de acordo com certos critérios que o governo federal institui.

O tempo durante o qual os brasileiros podem recebe-lo diverge muito: se as parcelas forem pagas de maneira consecutiva, então se trata de 5 meses. Se os pagamentos forem em parcelas alternadas, o cidadão pode receber depósitos por vários meses.

Todo trabalhador deve saber como funciona o seguro desemprego, considerando que é um direito fundamental.

Saber como funciona inclui aprender a solicitá-lo e saber em qual lugar receber e tudo isso será ensinado a partir de agora.


Quem tem direito a receber seguro desemprego

Por muito tempo, as pessoas associaram o seguro desemprego a quem é registrado formalmente; de fato, essa é uma das condições fundamentais para solicitar o benefício.

Todavia, ele também é pago a pessoas que foram resgatadas porque trabalhavam em condições parecidas à escravidão e a trabalhadores que estiverem impedidos de pescar por causa do defeso, mas é preciso que esses pescadores sejam profissionais.

Se o empregador oferece ao seu funcionário algum curso de capacitação, o seguro desemprego também é pago durante esse tempo.

Outro tipo de trabalhador que é assistido por esse direito trabalhista é o doméstico.

Como receber seguro desemprego pela Caixa


Quanto tempo é preciso para dar entrada no seguro desemprego?

Não basta que o cidadão trabalhe por uma semana, por exemplo: é necessário estar no mesmo emprego há relativamente mais tempo para poder receber o seguro desemprego.

Até pouco tempo, exigia-se só 180 dias (6 meses) para todo mundo, mas isso fazia com que um alto número de brasileiros recebesse o benefício: isso era negativo para os cofres públicos porque essas pessoas recebiam auxílio, mas não contribuíam com a economia.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como dar entrada no Seguro Desemprego 2019

Confira como funcionam os procedimentos para dar entrada seguro desemprego em 2019

Precisa saber como dar entrada no seguro desemprego 2019? Então fique sabendo que está no lugar certo!

Como essa dúvida é comum entre muitas pessoas, este artigo foi preparado com o objetivo de se tornar um guia de como dar entrada no seguro desemprego 2019.

Mesmo que você não esteja precisando fazer isso agora, nunca é demais ficar bem informado, não é mesmo?

Em primeiro lugar, é válido ressaltar que muitas coisas em relação ao recebimento deste benefício mudaram. Sendo assim, é realmente compreensível que muitas pessoas tenham dúvidas de como dar entrada no seguro desemprego 2019.

Administrado pelo Governo Federal, se você tem direito a este benefício é muito importante que saiba quais são os passos para dar entrada.

Sendo assim, continue a leitura deste artigo e veja como dar entrada no seguro desemprego 2019 e acabe com a sua dúvida de uma vez por todas.


O que é o seguro desemprego?

Antes de realmente entender como dar entrada no seguro desemprego 2019, nada melhor do que entender um pouco mais sobre esse benefício, certo?

Dessa forma, o seguro desemprego é considerado uma ajuda temporária para quem é demitido do trabalho e tem carteira assinada.

Como já explicado acima, é algo de responsabilidade do Governo Federal que tem como principal objetivo dar amparo aos trabalhadores que acabaram perdendo seus empregos.

Como é realmente difícil nos dias de hoje conseguir voltar para o mercado de trabalho de forma rápida, o seguro desemprego realmente auxilia muitas pessoas.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como consultar seguro desemprego Caixa 2019

Confira as orientações e saiba como fazer a consulta seguro desemprego Caixa 2019

Diversos trabalhadores que são dispensados podem pedir o seguro desemprego e ser beneficiadas por ele com até cinco parcelas.

O valor desse benefício trabalhista é calculado por meio dos últimos três salários e as pessoas podem solicitá-lo virtualmente ou comparecendo a alguns postos públicos específicos.

Saiba aqui como consultar o seguro desemprego 2019 pela Caixa.


Como funciona o seguro desemprego

Esse benefício é pago por um mínimo de três parcelas e um máximo de cinco parcelas, não sendo obrigatório que elas sejam sucessivas.

Dois órgãos recebem presencialmente a solicitação de seguro desemprego: o Sistema Nacional de Emprego (SINE) e a Superintendência Regional de Trabalho e Emprego (SRTE).

O cidadão que é beneficiado faz os seus saques na rede Caixa Econômica Federal e pode utilizar o dinheiro para qualquer tipo de despesa.

O objetivo é que o trabalhador fique amparado no período durante o qual procura por novo emprego.

-se que o recebimento do seguro desemprego não tem nenhuma relação com a renda da família: apenas o tempo de registro do próprio indivíduo é contabilizado.

Como consultar seguro desemprego Caixa 2019


Quem tem direito a receber seguro desemprego?

Os trabalhadores que podem receber o seguro desemprego são:

  • Pescadores profissionais que estão impedidos de exercer a função por causa da época de reprodução dos peixes (chamada também de defeso);
  • Trabalhadores domésticos ou de outros setores que tenham sido despedidos sem justa causa;
  • Trabalhadores que atuavam em condições simulares à escravidão;
  • Trabalhadores que se ausentam da sua função para se atualizar.
Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como dar entrada no seguro desemprego WEB

Saiba como funcionam os procedimentos para fazer o pedido do seguro desemprego web

Até alguns anos, os trabalhadores desempregados só tinham a opção presencial para agendar o seu seguro desemprego.

Entretanto, o governo federal passou a liberar o agendamento por meio do seguro desemprego WEB, que é um sistema virtual que funciona o tempo todo e de graça.

Confira como dar entrada no benefício trabalhista dessa forma.


Como funciona o seguro desemprego

Ele é um direito garantido a todos os pescadores em época de defeso, pessoas que estavam trabalhando com registro na carteira, empregadas domésticas e indivíduos que estão afastados do seu trabalho para se especializar profissionalmente, com o aval do empregador.

Também há direito ao seguro desemprego aqueles que trabalhavam em condições semelhantes à escravidão.

O valor não é fixo: cada pessoa tem direito a uma quantia, considerando a sua ocupação profissional e a sua média dos últimos salários.

O tempo durante o qual o seguro desemprego é depositado também muda: pode ser entre três e cinco parcelas e depende dos critérios acima, além de quantas vezes aquele cidadão já foi beneficiado.

Como dar entrada no seguro desemprego WEB


Quais são os requisitos para dar entrada o seguro desemprego WEB?

Primeiramente, o trabalhador deve se encaixar em uma das situações já mencionadas; para relembrar:

  • Deve ser pescador profissional em período de defeso;
  • Deve ser trabalhador registrado e que foi mandado embora sem justa causa;
  • Empregado doméstico;
  • Pessoa que se afasta do trabalho para se especializar profissionalmente com o aval do empregador;
  • Pessoa que trabalhava em situação semelhante à escravidão.
Clique aqui para ler o artigo completo