Nenhum Comentário

Como pedir o desbloqueio do seguro-desemprego bloqueado

O seguro desemprego bloqueado pode ser uma dor de cabeça para muitas pessoas, já que ele é um benefício destinado ao trabalhador que prevê um asseguramento financeiro enquanto ele está em situação de desemprego e dá a ele a oportunidade de ter como se manter até determinado tempo quando arranjar outro emprego novamente.

Ele é formulado em lei, e garantido pelo artigo 7° dos Direitos Sociais da Constituição Federal. Com o tempo esta lei foi formulado no que diz respeito a finalidade do benefício, que passou a não mais só dar auxílio financeiro ao indivíduo beneficiado, como também auxiliá-lo na manutenção e busca de um novo emprego, promovendo, para que este fim fosse possível e facilitado, orientando, recolocando e qualificando o profissional para  ingresso no mercado de trabalho.

O problema do seguro desemprego bloqueado pode ser resolvido, para tanto você vai precisar saber um pouco sobre o que gera este bloqueio e quais os métodos de desbloquear o benefício, que tanto é necessário à vida do trabalhador desempregado.


Principais motivos que levam ao bloqueio

Antes de tentar entender os motivos que levaram ao bloqueio de benefício, você deve atentar para as regras principais que são aplicadas desde o início, sem dar atenção à elas vai ficar bem difícil de conseguir concluir o processo de recebimento do benefício. No caso, você só poderá ter acesso ao seguro-desemprego se for um trabalhador que tiver sido demitido sem uma causa justa e ainda ter recebido salário daquela empresa pelo período mínimo de 12 meses, sem Recber, por fim, qualquer outro benefício previdenciário, com ressalva apenas para a pensão por morte e auxílio-doente.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como se cadastrar no CAT Empregos de São Paulo

O Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo, ou simplesmente CATe, tem como principal objetivo proporcionar auxílio à população da grande São Paulo que está em busca de oportunidades de trabalho. Por meio desta prestação de serviços, são oferecidas diversas vagas de emprego nos mais variados segmentos profissionais.

Se você está em busca da inserção no mercado de trabalho, o CATe é a melhor ferramenta para tal. Neste artigo, nós trazemos informações fundamentais a respeito do cadastramento no serviço e a documentação necessária, como se candidatar a uma vaga, além dos direitos trabalhistas. Confira!


O que é necessário para fazer o cadastro no CATe

Para poder se candidatar às vagas disponíveis, o trabalhador deve em um primeiro momento, se dirigir à unidade mais próxima do CAT Empregos e realizar o seu cadastramento. Para que o registro seja feito, é preciso estar munido dos seguintes documentos:

– Carteira de Identidade;

– CPF;

Carteira de Trabalho;

– PIS/PASEP/NIS/NIT (Em caso de o trabalhador não possuir PIS, o número deste documento será gerado no primeiro atendimento).


Como fazer o cadastro no CATe pela internet

Todavia, existe uma segunda opção de cadastro, que é a via internet, no Portal MET Mais Emprego. O cadastramento online também requer a documentação listada acima. Para acessar o site, basta clicar neste link.

Para fazer o seu cadastro no CATe, é necessário ter a idade mínima de 14 anos. É importante ressaltar que, os candidatos com esta faixa etária serão automaticamente incluídos às oportunidades de programas como o Jovem Aprendiz.… Clique aqui para ler o artigo completo

Nenhum Comentário

Como funciona o Seguro-Desemprego

Você sabe como funciona o Seguro Desemprego? Após as mudanças realizadas pelo Governo Federal para conter despesas, as dúvidas entre os trabalhadores aumentaram consideravelmente. Mas não se preocupe. Neste texto nós vamos esclarecer todos os pontos relacionados ao recebimento do benefício. Fique conosco e acompanhe as explicações.

Entenda o Seguro Desemprego

seguro-desemprego-como-funciona

Previsto em lei, o Seguro Desemprego é um benefício trabalhista que serve como assistência temporária para o trabalhador desempregado que exerceu alguma função registrada em Carteira Trabalhista por um determinado período. Mas vale lembrar que somente pessoas demitidas sem justa causa têm direito ao benefício.

Outra forma de utilização do Seguro Desemprego é transformá-lo em ajuda para qualificação profissional. Mas nesse caso, somente o empregador pode requerer o benefício. Ainda assim, ele só vale para empregados que estejam temporariamente suspensos de suas atividades e ainda possuem vínculo empregatício. Nessa condição, o trabalhador não recebe o salário diretamente da firma e também não trabalha nas instalações da empresa.

Assim como o funcionário demitido sem justa causa, o Seguro Desemprego também ampara o empregado doméstico e o pescador profissional. Para cada um desses tipos específicos de atividades, há uma lei regulamentando o benefício.

No caso dos funcionários domésticos, a lei aprovada em junho de 2015 os equipara a todo empregado maior de 18 anos contratado para trabalhar via CLT em ambiente residencial. Enquadram-se nessa lei babás, jardineiros, cozinheiras, passadeiras, caseiros, motoristas particulares, e assistentes do lar em geral.

Quem tem direito ao Seguro Desemprego?

Com a nova lei do Seguro Desemprego, algumas coisas mudaram, principalmente no tocante ao tempo de trabalho requerido e ao número de parcelas a receber.… Clique aqui para ler o artigo completo