Como funciona o seguro desemprego WEB

Neste artigo você tem todas as informações disponíveis sobre o seguro desemprego web; saiba como dar entrada no benefício e consulte também os valores das parcelas

O seguro desemprego WEB é uma maneira de o trabalhador solicitar esse benefício com mais comodidade.

Oferecido no site Emprega Brasil, o pedido de seguro desemprego funciona igualmente ao que é realizado nos postos do SINE, além de ser seguro. Saiba já como ele funciona.


O que é o seguro desemprego?

Esse é um dos benefícios pelo qual o trabalhador com registro em carteira tem direito.

Além dessas pessoas, os pescadores profissionais em período de defeso, as que são resgatadas em condições semelhantes à escravidão e quem está afastado do trabalho para qualificação profissional também podem pedi-lo.

É uma quantia em dinheiro paga ao trabalhador para que ele se estabilize enquanto não está em um emprego fixo novamente.

O valor do seguro desemprego é baseado nos últimos três comprovantes de pagamento da pessoa e é obrigatório que, se ela foi demitida, que não tenha sido por justa causa.

Como funciona o seguro desemprego WEB


Como se cadastrar no seguro desemprego WEB

Qualquer pessoa que precise dar entrada no seguro desemprego deve seguir as orientações abaixo para se cadastrar:

  • Acessar https://empregabrasil.mte.gov.br/;
  • Clicar em “Cadastrar”;
  • Disponibilizar os dados pessoais pedidos;
  • Especificar se é brasileiro ou não;
  • Preencher o questionário do Portal Emprega Brasil;
  • Trocar a senha provisória por uma senha personalizada.

Como dar entrada no seguro desemprego WEB?

O trabalhador que preferir solicitar seu benefício por esse site deverá:

  • Acessar https://empregabrasil.mte.gov.br/passo-a-passo/index.html;
  • Preencher a aba de requerimento;
  • Selecionar “Concordo com as regras”;
  • Colocar as informações pessoais;
  • Indicar a formação acadêmica;
  • Preencher a aba de experiências profissionais;
  • Especificar uma pretensão salarial;
  • Adicionar qualquer curso de qualificação feito;
  • Surgirá a mensagem “Você confirma a solicitação do seu benefício?” e será preciso clicar em “Confirmar”.

O site solicita não apenas as informações trabalhistas como as acadêmicas a fim de que o indivíduo também possa procurar por novas vagas.

Depois de ter preenchido todas as abas, deve-se clicar em “Confirmar”; além dessa confirmação virtual, o trabalhador também, fará uma confirmação presencial indo ao posto de atendimento indicado.


Onde ficam os postos de atendimento para solicitar o seguro desemprego?

O país tem vários postos de atendimento presencial para quem quer confirmar o seu seguro desemprego WEB.

Para encontra-los, basta acessar http://trabalho.gov.br/rede-de-atendimento e clicar no Estado: aparecerá o endereço da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) e outros locais que o trabalhador pode procurar, inclusive com expediente e gerente também indicados.

Documentos para pedir o seguro desemprego

Tanto para preencher a solicitação WEB quanto no dia de comparecer ao posto presencial de atendimento, o trabalhador precisará de:

  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • Requerimento do seguro desemprego (ele deve ser fornecido pelo empregador e ser de duas vias);
  • Documento de identidade;
  • Cartão Cidadão e comprovante do PIS/PASEP (quem não tiver o cartão deve comparecer à Caixa Econômica Federal para pedi-lo);
  • Termo de rescisão do contrato de trabalho;
  • Carteira de trabalho;
  • Extrato dos depósitos do FGTS;
  • Comprovantes de renda dos últimos três meses.

Valor das parcelas do seguro desemprego

A pessoa que tem direito ao seguro desemprego pode receber depósitos de vários valores:

  • O indivíduo cuja média salarial fica abaixo de R$ 1.450,23 vai chegar ao seu benefício multiplicando a média em questão por 0,8;
  • Para quem tinha média salarial máxima de R$ 2.417,29, deve-se realizar a multiplicação da média por 0,5 e adicionar ao resultado a quantia de R$ 1.160,18;
  • Sempre que a média salarial for mais alta que R$ 2.417,29, o trabalhador vai receber R$ 1.643,72.

Quanto tempo de trabalho é preciso para pedir o seguro desemprego?

É preciso manter atenção às regras de tempo de serviço:

  • Pessoas que estão pedindo o benefício pela primeira vez são obrigadas a estar registradas por 12 meses mínimos de um total de 18 meses;
  • Se for o segundo seguro desemprego solicitado, o total cai para 12 meses e é preciso que o indivíduo tenha estado registrado por um mínimo de 9 meses;
  • A partir da terceira solicitação, o total é de 9 meses e a pessoa deve ter ficado registrada por 6 meses mínimos.

Documentos para sacar o seguro desemprego

Uma vez tendo o seguro desemprego liberado, o cidadão recebe-o nos Correspondentes Caixa Aqui, na Caixa Econômica Federal ou nas casas lotéricas; entretanto, deve portar o Cartão Cidadão e o documento de identidade.

Pessoas que não têm esse cartão não ficam impedidas de sacar o seguro desemprego: elas precisam ir às agências e sacar na boca do caixa usando o documento de identidade.

Como funciona o seguro desemprego WEB


Quem não tem direito a pedir seguro desemprego?

Qualquer cidadão que tenha renda não pode solicitar o seguro desemprego. Assim, ficam excluídos:

  • Os que têm aplicações financeiras e podem sacar seus dividendos;
  • Quem tem outro trabalho além daquele do qual se desligou;
  • As pessoas que são proprietárias de algum empreendimento;
  • As que são sócias em alguma empresa, não importando a quantidade de ações;
  • Os que têm qualquer benefício previdenciário, como a aposentadoria.

Categoria: Entrada Seguro Desemprego

- 11 de fevereiro de 2019
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *