Como fazer a consulta do seguro-desemprego

Seguro-desemprego é um dos direitos essenciais de todo trabalhador. É uma maneira de garantir uma vida estável nos meses após a demissão e enquanto está à procura de um novo emprego. Quem já passou por isso sabe: o seguro-desemprego ajuda o trabalhador de diversas maneiras. Boa parte dos trabalhadores têm dúvidas a respeito desse direito, especialmente como fazer a consulta do seguro-desemprego e seus pagamentos.

Nesse artigo você aprenderá um pouco mais sobre como consultar o seguro-desemprego. Continue lendo para aprender todos os meios para consultar um dos seus direitos mais importantes.


Como fazer a consulta do seguro-desemprego no portal da Caixa

consulta-seguro-desemprego

O primeiro meio é bastante prático: acessar o portal da da Caixa Econômica. Você pode fazê-lo através dos passos abaixo:

  1. Acesse o portal oficial da Caixa pelo link: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/seguro-desemprego/Paginas/default.aspx
  2. Clique no botão “CONSULTAR O PAGAMENTO”.
  3. Insira seu número do PIS e senha da internet para fazer login.
  4. Caso não tenha senha da internet crie uma clicando no botão “CADASTRAR SENHA”.
  5. Depois de logado no portal, selecione a opção de “CONSULTAR PAGAMENTO DE SEGURO DESEMPREGO”.

Através do portal da Caixa você também tem acesso a diversos outros serviços relacionados a seguro-desemprego e outros direitos trabalhistas.


Como consultar o seguro-desemprego pelo portal do MTE

O portal do Ministério do Trabalho e Emprego também oferece uma opção para consultar o pagamento do seguro-desemprego. Seguindo os passos abaixo você consegue realizar sua consulta de maneira fácil.

  1. Acesse o site do Ministério do Trabalho e Emprego pelo link: https://sd.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
  2. Digite seu número do PIS no campo indicado.
  3. Preencha o campo abaixo do login com o texto da imagem.
  4. Clique em “CONSULTAR”.

Consultar o seguro-desemprego pelo aplicativo

Para facilitar o acesso dos trabalhadores a informações e serviços relacionados a direitos trabalhistas a Caixa criou o aplicativo Caixa Trabalhador. Através do app você consegue realizar a consulta do seguro-desemprego diretamente no seu smartphone. Ele está disponível para praticamente todos os modelos, incluindo Iphones, Windows Phones e aparelhos com sistemas operacionais Android.

Faça a consulta no aplicativo seguindo esses passos:

  1. Acesse a Apple Store / Google Play / Windows Store.
  2. Pesquise “CAIXA TRABALHADOR” no campo de pesquisa.
  3. Faça o download do primeiro resultado.
  4. Faça o login usando seu número do PIS e senha da internet.
  5. Selecione a opção de “CONSULTA DE PAGAMENTO DO SEGURO-DESEMPREGO”.
  6. Faça download do arquivo em pdf.

O arquivo criado pelo aplicativo da Caixa pode ser usado para compartilhar por aplicativos de mensagem ou e-mail. Para fazer o login no aplicativo você precisa já ter uma senha da internet criada. Caso ainda não tenha sua senha de acesso, entre no portal da Caixa e faça a criação da sua senha. Ela te dará acesso a essa consulta e diversos outros serviços disponíveis no aplicativo.


Documentos necessários para pedir o seguro-desemprego

Se você é um trabalhador com registro em carteira de trabalho e foi demitido sem justa causa tem direito ao seguro desemprego. Para dar entrada no pedido do seguro é necessário os seguintes documentos:

  • Documento de identidade;
  • Carteira de Trabalho;
  • Inscrição no PIS/PASEP;
  • Pedido do seguro-desemprego;
  • Termo de rescisão de contrato de trabalho;
  • Documentos de depósito do FGTS;

Levando esses documentos ao SRTE (superintendência regional do trabalhador e emprego) ou ao SINE (sistema nacional de emprego) o trabalhador consegue dar entrada ao seu pedido.


Até quando posso dar entrada no pedido do seguro-desemprego?

O trabalhador que foi demitido sem justa causa tem um prazo para entrar com o pedido para o seguro-desemprego. Ele também precisa preencher alguns pré-requisitos, como:

  • Ser demitido sem justa causa;
  • Estar desempregado quando der entrada no pedido;
  • Não possuir renda o suficiente para sustentar a si e a família;
  • Não receber benefícios da previdência;
  • Ter recebido salário por pelo menos 12 meses (se for a primeira solicitação) ou 9 meses (na segunda solicitação) ou 6 meses (a partir da terceira solicitação).

É preciso dar entrada no pedido entre o 7º dia após a demissão e o 120º dia após a demissão. Não deixe de observar o prazo para requerimento do benefício para não perdê-lo por desatenção. Esse é um dos benefícios trabalhistas mais importantes em uso atualmente e deve ser utilizado por todos que precisam dele.

Depois que o pedido for aprovado o trabalhador terá direito a receber a média do salário de 3 meses no emprego anterior. Esse salário pode ser dividido em 3, 4 ou 5 parcelas dependendo de quantas solicitações o trabalhador já fez anteriormente e o tempo trabalhado.

A partir dos passos encontrados nesse artigo você, que já fez o pedido do seguro-desemprego, consegue fazer a consulta da maneira mais fácil. Acompanhe seus pagamentos através dos sites, portais e aplicativo que indicamos. Caso ainda tenha dúvidas a respeito desse ou outros direitos trabalhistas deixe nos comentários. Te ajudaremos com suas dúvidas e problemas assim que possível.

Categoria: Consulta do seguro-Desemprego

Tags:, ,

- 27 de Fevereiro de 2018
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *