Como fazer a consulta do seguro-desemprego pelo portal da Caixa

O trabalhador brasileiro tem no seguro-desemprego um dos seus direitos trabalhistas mais importantes. Para ser elegível a esse direito basta ter carteira de trabalho assinada e ter trabalhado por um certo período de tempo. Depois de realizar o pedido do seguro-desemprego o trabalhador deve aguardar a realização do pagamento.

É nesse momento que surgem algumas dúvidas, sendo uma delas a maneira de realizar a consulta desses pagamentos. Você também pode conferir outras informações a respeito de valores e número de parcelas do benefício.

Para te ajudar preparamos um guia completo com o passo a passo para consulta do seguro-desemprego pelo portal da Caixa.


Como consultar o seguro-desemprego no portal da Caixa

consulta-seguro-desemprego-portal-caixa

Uma das maneiras mais fáceis de consultar seu seguro-desemprego é através do portal da Caixa Econômica. Ele é bastante prático e deixa à disposição do trabalhador uma série de serviços e informações importantes. Confira o passo a passo abaixo para fazer a consulta:

  1. Acesse o portal da caixa através do site: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/seguro-desemprego/Paginas/default.aspx
  2. Clique no botão “CONSULTAR O PAGAMENTO”.
  3. Faça o login usando o número PIS e sua senha da internet.
  4. Selecione a opção de consulta do seguro-desemprego.

Quem ainda não tem a senha da internet para o site da Caixa deve selecionar a opção de “CRIAR SENHA” no próprio site. Para esse processo será necessário somente o número do PIS e confirmar e-mail e algumas informações pessoas. Depois de ter a senha em mãos basta acessar o portal novamente para consultar o seguro-desemprego.

A senha da internet também pode ser usada para acessar o aplicativo. Então não esqueça de criá-la e deixar anotada para consultar futuras.


Quem pode receber o seguro-desemprego

O primeiro pré-requisito para ter acesso ao seguro-desemprego é estar registrado em carteira, isso quase todos já sabem. Porém não basta ter um emprego registrado para ter esse direito garantido.

Para dar entrada no pedido do seu seguro é preciso:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Dar entrada no pedido quando desempregado;
  • Ter recebido salário por um certo período antes da demissão.

Quem está dando entrada no pedido pela primeira vez precisa ter trabalhado com salário por pelo menos 18 meses antes da demissão. Na segunda vez pedindo o benefício é preciso ter trabalhado por 9 meses e a partir da terceira vez por 6 meses.

Outro ponto importante que o trabalhador deve lembrar é sobre prazos, só é possível receber o seguro-desemprego se o pedido for feito entre o 7º e o 120º dia após a demissão. Se você se encaixa nesse pré-requisitos dê entrada assim que possível. Para isso você deve comparecer a uma agência do Ministério do Trabalho com todos os documentos exigidos em mãos. Antes realize um agendamento para evitar perda de tempo e espera em filas. O agendamento pode ser feito facilmente online ou por telefone.


Documentos necessários para pedir o benefício do seguro-desemprego

Quem precisa dar entrada no seguro-desemprego terá de levar alguns documentos, que são:

  • Documento de identidade original com foto;
  • Carteira de trabalho;
  • Inscrição no PIS;
  • CPF;
  • Comprovante de depósito no FGTS;
  • Termo de rescisão do contrato de trabalho;
  • Pedido do seguro-desemprego.

Com todos esses documentos e o agendamento já feito é só comparecer à agência no horário marcado. Lá o trabalhador consegue realizar o pedido e depois só precisa aguardar sua aprovação e o depósito das parcelas.


Quanto vou receber pelo seguro-desemprego?

O valor do seguro-desemprego varia. Ele é calculado considerando uma média dos últimos 3 salários recebidos. Quando o salário médio é abaixo de R$1.450,24 o trabalhador receberá 80% do valor do seu salário. Quem tem um salário médio que excede esse valor recebe 50% do salário no seguro-desemprego. Já quem tem um salário médio acima de R$2.417,29 tem direito a parcelas de R$1.643,72.

O pagamento do benefício acontece em um certo número de parcelas que depende do tempo trabalhado. Ele tem direito a:

  • 4 parcelas para quem trabalhou pelo menos 18 meses na primeira solicitação;
  • 5 parcelas para quem trabalhou pelo menos 24 meses na primeira solicitação;
  • 4 parcelas para quem trabalhou 9 meses na segunda solicitação;
  • 5 parcelas para quem trabalhou 12 meses na segunda solicitação;
  • 3 parcelas para quem trabalhou por 6 meses na terceira solicitação;
  • 4 parcelas para quem trabalhou 12 meses na terceira solicitação;
  • 5 parcelas para quem trabalhou por 24 meses na terceira solicitação.

Trabalhador, se você se encaixa nos pré-requisitos para receber o seguro desemprego lembre-se de fazer o pedido no prazo. Depois de ter seu benefício aprovado basta seguir o passo a passo que mostramos nesse artigo para consultar o seguro. Esse benefício é a melhor maneira de continuar sustentando sua família enquanto busca por uma nova oportunidade. Ainda tem dúvidas a respeito desse ou outros direitos trabalhistas? Deixe nos comentários para podermos te ajudar.

Categoria: Consulta Seguro-Desemprego Internet

Tags:, , ,

- 27 de Fevereiro de 2018
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *