Como fazer a consulta do seguro-desemprego pelo aplicativo Caixa Trabalhador

Trabalhador, você já conferiu se é elegível para o seguro-desemprego? Fique atento porque esse é um dos direitos trabalhistas mais importantes que existem atualmente. Ele garante segurança para quem trabalhou registrado em carteira de trabalho e foi demitido sem  justa causa.

Quem já sabe que é elegível e inclusive já deu entrada no pedido ainda precisa acompanhar o seguro e seus pagamentos. Para isso existem diversos meios, pelo portal da Caixa, pelo site do Ministério do Trabalho e outros. Nesse artigo focaremos no consulta do seguro-desemprego pelo aplicativo Caixa Trabalhador, que te permite realizar consultas direto no smartphone.


Como consultar o seguro-desemprego pelo aplicativo

consulta-seguro-desemprego-aplicativo

Você sabia que já é possível consultar o seguro-desemprego direto no seu celular? A Caixa Econômica federal criou essa possibilidade exatamente para facilitar a vida do trabalhador e deixar suas informações mais acessíveis. Tudo isso é possível graças ao aplicativo Caixa Trabalhador que está disponível para a maioria dos smartphones.

Se você precisa realizar a consulta do benefício basta seguir o passo a passo abaixo.

  1. Acesse a Apple Store / Play Store / Windows Store e busque “CAIXA TRABALHADOR”.
  2. Selecione o resultado indicado (deve ter o símbolo da Caixa no logo) e faça o download.
  3. Faça login usando seu número do PIS e a senha da internet.
  4. Selecione a opção de consulta do seguro desemprego.
  5. Faça download do arquivo em pdf gerado, ele pode ser enviado pelo e-mail e outros aplicativos de mensagem.

No mesmo aplicativo você tem acesso a serviços como agendamento de horário para requisitar o benefício. Aproveite para aproveitar a facilidade disponibilizada pela Caixa Econômica para todos os trabalhadores.


Não tenho senha da internet, e agora como consultar seguro-desemprego?

Para realizar o login no aplicativo Caixa Trabalhador é preciso ter uma senha para a internet. Se ainda não tem a sua não se assuste, a senha pode ser criada facilmente através do próprio site da Caixa. Para isso acesse o site da Caixa através desse link e clique na opção “CONSULTAR O PAGAMENTO”. Digite seu número do NIS na nova janela e selecione a opção “CADASTRAR SENHA”. Depois você só precisa confirmar algumas informações pessoais e e-mail para ter sua senha da internet.

Com a senha em mãos é possível fazer o login pelo aplicativo e acompanhar todas as novidades a respeito dos seus direitos trabalhistas.


Como dar entrada no seguro-desemprego

Quem foi demitido recentemente e precisa dar entrada no seguro muitas vezes fica em dúvida a respeito do processo. Parece algo burocrático e difícil de fazer, mas é bem mais simples do que parece.

Primeiramente o trabalhador precisa ter certeza que atende a todos os requisitos necessários para ter esse direito. O primeiro deles é ter trabalhador registrado em carteira por um certo período de tempo. O tempo depende do número de pedidos que já foram realizados no passado.

Quem está dando entrada no pedido para o benefício pela primeira vez precisa ter trabalhado por pelo menos 18 meses. Em pedidos seguintes o tempo de trabalho diminui, na segunda vez são necessários 9 meses. Já na terceira vez são necessários 6 meses. O trabalhador também precisa dar entrada no pedido enquanto ainda está desempregado, entre 7 e 120 dias após a demissão.

Para dar entrada no seu pedido será necessário levar diversos documentos a uma SRTE (superintendência regional de trabalho e emprego) ou SINE (sistema nacional de emprego). Depois basta esperar a autorização do pedido e receber o seguro na sua conta da Caixa ou retirar na própria agência.


Documentos necessários seguro-desemprego

Na hora de dar entrada no pedido para o seguro-desemprego o trabalhador deve ter em mãos alguns documentos. Confira cuidadosamente a lista abaixo para conseguir dar entrada no seu pedido sem problemas.

  • Documento de identidade;
  • CPF;
  • Comprovante de inscrição no PIS/PASEP;
  • Carteira de Trabalho;
  • Comprovantes de depósito no FGTS;
  • Pedido de seguro desemprego;
  • Termo de rescisão do contrato de emprego.

Lembre-se de fazer o agendamento do atendimento no SINE ou SRTE para evitar problemas na hora do atendimento


Como acontece o recebimento do seguro-desemprego

Após a aprovação do benefício o trabalhador receberá o pagamento do seguro em algumas parcelas. O valor recebido e números de parcelas dependem de dois fatores importantes:

  • Valor médio dos 3 salários antes da demissão;
  • Tempo trabalhado.

Caso o valor médio dos salários seja inferior a R$1450,24 cada parcela terá o valor de 80% do salário. Valores superiores a esse e inferiores a R$2417,29 usam uma base de cálculo de 50% o valor do salário. Quem recebia mais que esse último valor tem direito a receber R$1.643,72 em cada parcela do benefício.

O dinheiro pode ser recebido em 3, 4 ou 5 parcelas dependendo do tempo de trabalho e número de pedidos do benefício anteriormente. Você pode consultar informações completas a respeito do seguro-desemprego diretamente no site da Caixa.

Categoria: Consulta Seguro-Desemprego Internet

Tags:, , ,

- 27 de fevereiro de 2018
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *