Como fazer cadastro no seguro desemprego WEB

Você precisa se cadastrar no portal seguro desemprego web? Veja como funciona o passo a passo

A solicitação de seguro desemprego é um direito daqueles que trabalharam por um mínimo de nove meses registrados na carteira de trabalho.

Correspondendo à média dos últimos salários recebidos, esse benefício é sacado em locais credenciados à Caixa Econômica Federal e, recentemente, tornou-se possível fazer a solicitação via internet: trata-se do seguro desemprego WEB.


Quem tem direito ao seguro desemprego WEB?

A liberação do seguro desemprego solicitado virtualmente tem as mesmas regras que o benefício pedido presencialmente. As exigências são:

  • O trabalhador tem de cumprir o mínimo de meses de registro, de acordo com quantas vezes ele já pediu o seguro desemprego;
  • Ele não pode ter sociedade em nenhuma empresa;
  • A demissão precisa ter sido sem justa causa;
  • O trabalhador não pode ter nenhum benefício assistencial.

Como fazer cadastro no seguro desemprego WEB


Qual é a quantidade mínima de meses para pedir o seguro desemprego?

A regra na qual os trabalhadores precisavam trabalhar por seis meses para pedir seguro desemprego deixou de valer há algum tempo. Agora, há prazos de carência diferentes:

  • Quando é a primeira solicitação, a pessoa deve ter doze meses de registro na carteira de trabalho ou mais;
  • Quando é a segunda solicitação, o profissional deve ter nove meses de registro na carteira ou mais;
  • Quando é a terceira solicitação ou posterior, bastará os seis meses de registro carteira.

Como fazer cadastro no seguro desemprego WEB?

A solicitação desse benefício trabalhista tem de ser realizada no site do Empregador WEB e pelo funcionário da empresa que fez a demissão. Deve-se:

Com essa solicitação, o trabalhador só terá de ir à Caixa Econômica Federal ou seus correspondentes para o recebimento das suas parcelas de benefício.

Esse não a única maneira de pedir o seguro desemprego: os cidadãos ainda podem ir ao Sistema Nacional de Empregos (SINE) ou à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) para solicitar pessoalmente.

Contudo, o seguro desemprego WEB tem excelentes vantagens, como o fato de o trabalhador ficar livre de preencher vários documentos e o governo federal receber mais rapidamente as informações sobre a demissão.


Como saber o valor do seguro desemprego 2019?

Há calculadoras virtuais que ajudam os trabalhadores a determinar quanto eles, provavelmente, receberão de seguro desemprego.

Contudo, o cálculo manual também é bastante fácil de ser feito e tem a ver com o quanto de salário o trabalhador recebeu nos últimos meses:

  • Quando a média dos últimos salários não ultrapassar R$ 1.480,25, então a pessoa tem de multiplica-la por 0,8;
  • Se a média dos últimos salários estiver entre R$ 1.480,26 e R$ 2.467,33, o cálculo muda: a quantia será multiplicada por 0,5 e também terá R$ 1.184,20 acrescidos;
  • Se a média salarial da pessoa era superior a R$ 2.467,33, o seu seguro desemprego será, sem necessidade de cálculo, de R$ 1.677,74.

O trabalhador que quiser confirmar se o seu seguro desemprego será mesmo de determinado valor pode solicitar ajuda do SINE ou da SRTE.


Como fazer o saque do seguro desemprego?

O saque pode acontecer em qualquer credenciada da Caixa Econômica Federal e nas suas próprias agências, não sendo necessário ser correntista.

É preciso apenas que o trabalhador leve:

  • Seu cartão cidadão (se tiver);
  • Seu número NIT (que é idêntico ao PIS/PASEP);
  • Documento de identidade.

Como saber se o seguro desemprego está liberado?

Depois que o empregador já pediu o seguro desemprego para o seu ex-funcionário, este pode usar o sistema da Caixa Econômica Federal para saber se ele já pode ser sacado. Essa consulta deve ser feita do seguinte modo:

Para quem nunca fez uma consulta usando o sistema da Caixa, é só fornecer o NIT e depois selecionar “Cadastrar senha”. Além da consulta virtual, o seguro desemprego WEB pode ser consultado diretamente em uma agência do banco.


Como funciona as parcelas do seguro desemprego?

O trabalhador sempre receberá entre três e cinco parcelas de benefício, sendo importante conseguir um novo trabalho nesse período.

Cabe dizer que os meses de pagamento nem sempre são seguidos: há cidadãos com depósitos consecutivos, enquanto outros têm um mês ou mais de intervalo entre uma parcela e outra.

Outra vez, a diferenciação vem de quantos pedidos de seguro desemprego já foram feitos (tanto WEB quanto no SINE/SRTE):

  • Quem pede o seguro desemprego pela primeira vez só pode receber entre quatro e cinco parcelas;
  • Quem faz a solicitação pela segunda vez pode ter entre três e cinco parcelas, coisa que se repete para quem faz mais de três pedidos.

Para saber com certeza quantas parcelas ele receberá e qual a sua periodicidade, é recomendado ao trabalhador perguntar isso claramente ao ex-empregador ou consultar a agencia da Caixa Econômica Federal.

Categoria: Entrada Seguro Desemprego

- 18 de fevereiro de 2019
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *