Calendário de saques FGTS 2019

Após muita expectativa por parte dos brasileiros, a Caixa Econômica Federal divulgou o calendário do FGTS 2019 oficial.

Confirmada pelo governo em julho, a liberação dos recursos tem como objetivo oferecer uma porcentagem do FGTS aos cidadãos para impulsionar a economia do país.

Diferentemente do que ocorreu em 2017, desta vez a medida abrange tanto as contas ativas, quanto as contas inativas.

O saque, no entanto, vai ser limitado a R$ 500 reais por conta. Caso a pessoa tenha uma conta ativa e uma conta inativa, por exemplo, ela terá direito a receber até R$ 1.000.

Regras para receber o FGTS 2019

Acompanhe agora as principais regras estabelecidas pelo governo para o saque do FGTS 2019:

1. Para ter direito ao saque, o cidadão precisa ter uma conta de Fundo de Garantia aberta até 24 de julho de 2019;

2. O cidadão pode sacar até R$ 500 por conta de FGTS;

3. Pessoas que possuem conta poupança da Caixa terão prioridade nos saques;

4. Quem tem conta poupança da Caixa receberá o saldo automaticamente. Se a pessoa não quiser receber o pagamento, deverá comunicar o banco;

5. Quem não tem conta poupança da Caixa, mas possui cartão cidadão, poderá fazer o saque nos caixas automáticos da Caixa;

6. O cidadão que tiver menos de R$ 100 para receber, poderá fazer o saque também em casas lotéricas. Bastará apresentar a carteira de identidade e o CPF.

7. Os pagamentos serão feitos para todos os cidadãos até 31 de março de 2020.

Calendário do FGTS 2019 oficial

Confira o calendário de saques do FGTS 2019 divulgado pela Caixa. Observe que as datas são diferentes para possui conta poupança do banco.

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril – podem receber a partir de 13 de setembro de 2019
  • Nascidos em maio, junho, julho e agosto – podem receber a partir de 27 de setembro de 2019
  • Nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro – podem receber a partir de 9 de outubro de 2019

calendario fgts 2019 caixa

  • Nascidos em janeiro – podem receber a partir de 18 de outubro de 2019
  • Nascidos em fevereiro – podem receber a partir de 25 de outubro de 2019
  • Nascidos em março – podem receber a partir de 8 de novembro de 2019
  • Nascidos em abril – podem receber a partir de 22 de novembro de 2019
  • Nascidos em maio – podem receber a partir de 6 de dezembro de 2019
  • Nascidos em junho – podem receber a partir de 18 de dezembro de 2019
  • Nascidos em julho – podem receber a partir de 10 de janeiro de 2020
  • Nascidos em agosto – podem receber a partir de 17 de janeiro de 2020
  • Nascidos em setembro – podem receber a partir de 24 de janeiro de 2020
  • Nascidos em outubro – podem receber a partir de 7 de fevereiro de 2020
  • Nascidos em novembro – podem receber a partir de 14 de fevereiro de 2020
  • Nascidos em dezembro – podem receber a partir de 6 de março de 2020

Como consultar o saldo do FGTS

A Caixa disponibiliza uma série de opções para o cidadão fazer a consulta do saldo do FGTS. Veja todas as possibilidades e saiba como checar:

Consultar saldo do FGTS nas agências da Caixa

O modo mais prático para consultar o saldo do FGTS é se dirigir a uma agência da Caixa. Basta se dirigir ao balcão para e solicitar a verificação. Vale lembrar que é preciso apresentar um documento de identificação com foto e o número do NIS.

O cidadão também pode fazer a consulta pelo caixa automático, mas nesse caso precisa ter o Cartão Cidadão e a senha do cartão.

Consultar saldo do FGTS pelo site

Para consultar pelo site, primeiro é preciso fazer o cadastro e registrar uma senha de acesso. Veja o que é necessário:

  • Acessar o site da Caixa;
  • Informar o número do NIS, que é o mesmo do PIS/PASEP ou do Cartão Cidadão;
  • Ler e aceitar o regulamento;
  • Preencher todos os campos com os seus dados pessoais (será solicitado o número do seu Título de Eleitor também);
  • Criar uma senha com até 8 dígitos e confirmá-la;
  • Você receberá uma notificação informando que o cadastro foi realizado;
  • Para acessar sua conta do FGTS, basta preencher os campos novamente e clicar em “Acessar”.
  • Agora você pode selecionar a opção de extrato para visualizar seu saldo.

Consultar saldo do FGTS pelo aplicativo

O app FGTS Fácil está disponível para os sistemas Se o trabalhador é usuário do sistema Android, ele deve acessar Android e iOS. Após fazer o download e a instalação, basta seguir o passo a passo:

  • Clicar em “Para o trabalhador”;
  • Clicar em “Primeiro acesso” para se cadastrar;
  • Informar os dados de cadastro;
  • Registrar a senha;
  • Após concluir o cadastro, clicar novamente em “Para o trabalhador”;
  • Fornecer a senha e o seu Número de Identificação Social (NIS);
  • Na tela seguinte, serão exibidos os lançamentos recentes de FGTS, bem como o saldo.

Consultar saldo do FGTS pelo e-mail

O site da Caixa também mantém uma opção para informar o saldo do FGTS por e-mail. Neste caso, o banco envia uma mensagem mensal com o extrato. Para cadastrar, é preciso:

  • Acessar o site da Caixa;
  • Informar o número do NIS, que é o mesmo do PIS/PASEP ou do Cartão Cidadão;
  • Informar a senha e clicar em “Acessar”;
  • Clicar na aba “FGTS”;
  • Selecionar a opção “extrato por e-mail”;
  • Ler o regulamento e clicar em “Continuar”;
  • Informar o e-mail e confirmar o recebimento.

Consultar saldo do FGTS por SMS

Outra opção possível é receber mensagem SMS com o saldo do FGTS atualizado. Para habilitar este serviço, siga as orientações a seguir:

  • Acessar o site da Caixa;
  • Informar o número do NIS, que é o mesmo do PIS/PASEP ou do Cartão Cidadão;
  • Informar a senha e clicar em “Acessar”;
  • Clicar na aba “FGTS”;
  • Selecionar a opção “serviços no celular”;
  • Informar o número do celular que vai receber o SMS;
  • Confirmar o recebimento das mensagens;
  • Uma mensagem de confirmação será enviada ao número cadastrado.

Como consultar o número do NIS

Caso o cidadão não saiba o número do NIS, é possível encontrá-lo nos seguintes locais:

  • Na Carteira de Trabalho
  • Nos extratos do FGTS
  • Através do CNIS

Categoria: Direitos Trabalhistas

- 6 de agosto de 2019
O Desemprego Seguro é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Ministério do Trabalho e Emprego. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado / Campos obrigatórios *